Sejam bem vindos ao meu blog! Vocês terão uma ótima experiência com desenho, cenas 3D, hardware e outros assuntos interessantes.

domingo, 19 de junho de 2011

Configurando Iluminação em Cena Interna no Mental Ray (quarto)

   Hoje eu estou postando um passo-a-passo para configurar iluminação em cenas internas. A cena que estou usando foi outra pessoa que modelou (ela me enviou a cena por que estava tendo algumas dificuldades com a configuração dos Photons). A partir disso resolvi fazer um passo-a-passo de forma que se tornasse um tutorial.
   Antes de começar com o passo-a-passo, há uma questão muito importante: É a correção de Gamma (estou usando o valor 2,2). Veja a diferença nas dua imagens abaixo:

                                                        SEM CORREÇÃO DE GAMMA
                                            
                                                                      GAMMA 2,2                                        

   Quando a correção de Gamma está desabilitada a cena fica mais escura e pode ter uma certa dificuldade em iluminar algumas partes da cena sem estourar outras partes.
   Uma outra coisa é que não estou usando controle de exposição. Para que sua iluminação fique parecida com a minha, desabilite o Exposure Control em: RENDERING> ENVIRONMENT (ou tecla 8 do teclado).
   Os arquivos para acompanhar o tutorial estão aqui:                                                                                     http://www.4shared.com/file/lm5Q3sWJ/Quarto_inicial_e_final.html 
   Há uma cena inicial e uma com todos os parâmetros já configurados.

   Agora sim vamos ao passo-a-passo.
 
 2º

 5º
 6º
 7º
 8º
 9º
 10º
 11º
 12º
 13º
 14º
 15º

Clique aqui Distribuição dos Photons do GI numa Cena Interna - Mental Ray para ver como é feita a distribuição dos Photons numa cena interna.

Veja neste tutorial Tutorial Material Arch Design os parâmetros exclusivos do material Arch Design.

Para conhecer os parâmetros do GI e FG, veja neste guia rápido Os Parâmetros do FG e GI



9 comentários:

Anônimo disse...

Olá Emerson, primeiramente parabéns pelo seu tutorial, muito bom. Nunca usei correção de gamas nas minhas cenas, vou fazer um teste a partir do seu tutorial.

Gostaria de comentar as fotos dos passos 1 e 4 só tem as miniaturas, nao tem elas em tamanho grande. Se tiver como corrigir esses link eu te agradeço, pois eu queria dar uma olhada nelas.

Obrigado e parabéns novamente pelo seu trabalho.

Julio Kansas disse...

Esse tutorial é muito bom,e você sempre faz tutoriais excelentes. :D

Bruno disse...

ótimo tuto Emerson,obrigado.

Anônimo disse...

Boa tarde Emerson,
Sou um profissional de design, publicitário, mas apaixonado por ambiente 3D e iniciante na arte de maquete digital. Observei que você sugere que não se use o Exposure Control, quando na maioria esmagadora dos tutoriais e mesmolivros, a opção de habilitar está sempre presente. Não estou de forma alguma fazendo uma crítica, até porque não tenho respaldo técnico para isso. Apenas gostaria de saber a razão de você preferir esta forma de trabalhar com luzes. Fiz um exercício com seu totorial e observei que o vidro que coloquei na janela perdeu a transparência e, se não for pedir demais, gostaria de saber a razão de isto ter acontecido. De qualquer forma, gostei muito do tutorial pois aprendi detalhes que desconhecia. Um abraço e parabéns por seu trabalho. Ricardo.

Anônimo disse...

Obrigado, Emerson. E perdoe-me, eu não percebi que o tutorial visava mais a questão dos photons. Mas, como lhe disse, salvei seu tutorial e hoje mesmo fiz alguns exercícios sem o EC (que normalmente uso)e concordo com você no aspecto do "lavado". Na verdade, eu particularmente acho que a maioria das maquetes digitais apresentam luzes pouco verdadeiras, que só por milagre se conseguiriam na vida real. No entanto, acredito que a demanda de mercado seja por imagens assim, então, quem sou eu para questionar. Eu não sei se é um erro que estou cometendo - e se você poderia me ajudar - mas notei que quando uso o EC, não consigo usar o Self Illumination, ou seja, ele não ativa. Isso é normal? Agradeço seus comentários, foram bastante coerentes e pertinentes. Tenho alguns exercícios no site: http://pro.casa.abril.com.br/profile/RicardoJardim.
Se quiser dar uma olhada.....claro, coisa de amador! Um abraço. Ricardo.

Anônimo disse...

Ele mesmo...ahahahahahah! Publicitário comportado de gravata!!! Só no trabalho, ufa!! Agradeço os comentários, o estímulo e a ajuda. Super abraço.
Ricardo.

Anônimo disse...

td bem grande Emerson, maravilhoso o tutorial, ainda + eu q trabalho com vray e pretendo migrar para o MR, vai me ajudar bastante... Eu gostaria de saber se teria como vc disponibilizar a cena??? Parabéns... Abraço, T+

Anônimo disse...

Obrigado Emerson, vou ver se errei alguma configuração no Self Illumination ou no EC. Eu uso o SMax2011 com Arch Design também. Valeu mesmo. Super abraço e sucesso. Ricardo.

Emerson Oliveira Costa disse...

Anonimo - Anônimo - E aí fiote! Eu já concertei os links das imagens 1 e 4.

Julio Kansas - Tái você de novo! Como está indo a sua animação com o robozinho?


Anônimo - Eu não costumo usar o controle de exposição somente por que são mais configurações que eu teria que fazer, e tento sempre obter um melhor resultado possível configurando somente os parâmetros das luzes, GI, FG, AO e materiais. Quando usei o controle de exposição na cena apareceram bolinhas brancas, principalmente na cama, então eu teria que achar o problema e alterar algumas configurações para retirá-las. Esse tutorial eu fiz para uma pessoa que estava com dificuldades no mapa de Photons, então o meu foco foi justamente mostrar uma distribuição adequada de Photons em uma cena. Essa distribuição não é questão de números, mas é visualmente que você consegue ver se está bom ou não, pois cada cena exige uma quantidade diferente). Aproveitei e mostrei configuração do raio do FG e o AO para ficar um passo-a-passo mais completo. Até fiz alguns testes com o MR Photographic Exposure Control, mas aí, como vi que iria perder um certo tempo alterando e reconfigurando (e foi justamente quando o habilitei apareceram alguns problemas), e como não sou nenhum expert sobre controle de exposição, resolvi deixá-lo de lado. Afinal de contas, o tutorial trata-se dos Photons. O controle de exposição ajuda muito numa cena não deixando a iluminação estourada, mas a imagem fica lavada, se aumentar a saturação, a tonalidade das cores muda, as sombras ficam bastante fortes (escuras), ou seja, é mais uma série de coisas que você tem que ajeitar e configurar até obter um resultado satisfatório. A minha opção por não usá-lo é mais por estas questões e, principalmente, opção de gosto. Ele já me ajudou muito em uma cena interna, onde eu usei duas Photometrics, e no teto e na parede estava muito estourada a iluminação. Resolvi o problema em 2 minutos com o controle de exposição, e não me ocorreu nenhum problema. Na verdade, eu acho que não o utilizo muito por questão de gosto mesmo, mas mesmo assim, pretendo estudá-lo.
Um abração pra você Ricardo! E obrigado pela visita!


Anonimo - E aí fiote!
Olhei o seu site. Fui direto nas maquetes. Estão muito boas. Precisa somente de alguns pequenos ajustes em uma ou outra textura, no sombreamento e em alguns reflexos. Mas no geral está muito bom. Com esse tutorial que fiz, você já deve ter pegado a manha no sombreamento geral (AO, raio do FG e sombras com bordas suaves).
Sobre o uso do Self Illumination com EV vou dar uma olhada. Pode ficar tranquilo.
Você é o carinha de camisa branca e gravata preta da foto?


Anonimo - Eu fiz um teste aqui com EC e Self Illumination. Funcionou normalmente sem problemas. Usei o material Arch Design (3DS Max Design 2009).


Anonimo - E aí fiote!
Obrigado pela sua visita! Olha só! Como eu disse logo no início do tutorial, a cena não é minha. Eu vou entrar em contato com a dona da cena e ver com ela se eu posso disponibilizar a cena para download. Se ela deixar, eu deixo um link para download da cena.


Anonimo - HE!HE!HE! Falô fiote! Qualquer coisa, estamos aí!